Monstrum #2 (2020)

5
(3)
Monstrum #02 – Violeta Mortífera
Original:
Ano:2020•País:Brasil
Autor:Carlos F. Figueiras•Editora: Independente

Para a nossa alegria, a campanha do segundo capítulo da HQ Monstrum no catarse foi bem sucedida! No primeiro capítulo, conhecemos um pouco sobre a misteriosa exposição de Sophie Hoang sob a perspectiva do agente secreto James Hunt.

Em Violeta Mortífera, é a vez de conhecermos Marvin Leroy, ex-veterano das forças especiais, e seu papel é garantir a segurança da exposição junto com a sua equipe.

Ao longo da noite, cada vez mais convidados peculiares vão chegando, até mesmo o mafioso Don Camilo estará por lá, e essas figuras excêntricas não facilitam em nada o trabalho de Marvin, especialmente agora que seus homens pararam de responder.

Decidido a encontrá-los, o segurança acaba entrando na exposição, percebendo que as salas são tão estranhas quanto seus convidados. Nelas, tem um vislumbre nada agradável de seu passado no exército, até que encontra um de seus colegas caído no chão. Momentos difíceis aguardam o pobre Leroy, que só queria se aposentar o quanto antes.

Neste segundo capítulo de Monstrum, temos o primeiro vislumbre de Sophie, a responsável por toda essa confusão, e nosso querido agente secreto do capítulo anterior também faz uma pequena aparição sendo revistado pelos seguranças. Atenção aos detalhes é tudo!

Mais uma vez temos muitas perguntas ao final da história, mas algumas respostas também já começam a surgir, atiçando a curiosidade por explicações e para o desfecho dessa noite incomum.

Como dito pelo próprio roteirista Carlos F. Figueiras, violeta é a cor da soberba, e já sabemos que cada sala da exposição representa um dos pecados capitais. Marvin, que no início da história aparenta ser um herói, tem as consequências de seu orgulho expostas conforme o enredo avança.

Este capítulo é uma homenagem aos filmes de ação dos anos 80, e temos diversas cenas que fazem referência a clássicos como Rambo, Duro de Matar e filmes de Chuck Norris. Com a dica já no próprio título, o protagonista da vez é inspirado no detetive Roger Murtaligh, de Máquina Mortífera. O final talvez nos faça lembrar de Exterminador do Futuro, ou quem sabe seja uma pista sobre qual gênero cinematográfico será homenageado no próximo capítulo.

Os traços de Sueli Mendes seguem retratando muito bem a expressividade dos personagens e detalhes de cenário, e agora as cores ficam por conta de Fabi Marques, que usa uma paleta viva e cheia de contrastes. Além do material, que segue com altíssima qualidade.

Já estamos ansiosos para as respostas (e provavelmente mais perguntas) que encontraremos no capítulo 3!

Os capítulos 1 e 2 de Monstrum, além de diversos outros trabalhos do autor, podem ser adquiridos direto em seu site.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

(Visited 222 times, 1 visits today)

Louise Minski

Um experimento de Schrödinger entediado.

One thought on “Monstrum #2 (2020)

  • 16/05/2021 em 22:51
    Permalink

    Mais um review maravilhoso dessa mulherona💕

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.