Série da Netflix O Clube da Meia-Noite bate recorde de jump scares em um episódio

5
(3)

O Clube da Meia-Noite, nova série de terror da Netflix, começou seu primeiro episódio com o pé direito. Nomeado “The Final Chapter” (O Capítulo Final), o episódio contou com 21 jump scares e entrou para o Guinness World Record.

Porém, o diretor da série, Mike Flanagan, alega que a introdução dos jump scares tem a função de ser uma crítica à quantidade de vezes que eles são usados nos filmes e série de terror dos dias atuais, e que são um “susto barato”.

Um grupo de sete jovens adultos com doenças terminais reside no hospital Brightcliffe Home, administrado por um médico enigmático. Eles se encontram à meia-noite todos os dias para contar histórias assustadoras. Em uma noite eles fazem um pacto em que o primeiro a falecer por conta da doença é responsável por se comunicar com os outros do além do túmulo. Depois que um deles morre, começam ocorrências bizarras.

“Eu pensei, ‘Nós vamos fazer todos eles de uma vez, e se fizermos direito, outros jump scares se tornarão sem sentido pelo resto da série’. Vão apenas destruí-la. Matá-la, mas isso não aconteceu. Eles ficaram tipo, ‘Que legal! Queremos mais!’”, disse o diretor em uma entrevista para o Deadline.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Avatar photo

Luana Levasier

Estudante de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e redatora no Estadão. Tem interesse pelo gênero terror há alguns anos e possui grande amor pelo jornalismo de entretenimento.

One thought on “Série da Netflix O Clube da Meia-Noite bate recorde de jump scares em um episódio

  • 11/10/2022 em 08:46
    Permalink

    Até agora foi a pior coisa que assisti em 2022

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *