A Lenda do Espantalho (2005)

A Lenda do Espantalho (2005)

A Lenda do Espantalho
Original:La leyenda del espantapájaros
Ano:2005•País:Espanha
Direção:Marco Besas
Roteiro:Marco Besas
Produção:Juan Manuel Díaz Avendaño
Elenco:Sancho Gracia

Era uma vez, um espantalho que não tinha amigos. Trabalhava num campo de trigo. Seu trabalho não era difícil, mas solitário. Não tinha ninguém com quem conversar, por isso seus dias e noites lhe pareciam eternos. A única coisa que podia fazer era… Contemplar o voo dos pássaros. Sempre que eles passavam por perto, o espantalho cumprimentava-os, mas eles afastavam-se e nunca lhe respondiam. Pareciam temer-lhe. Um dia, o espantalho fez algo que era proibido. Ofereceu sementes aos pássaros. Mesmo assim, eles recusavam. O espantalho perguntava-se porque nenhum pássaro queria ser seu amigo.

É impressionante como algumas das melhores produções cinematográficas do gênero fantástico não estão apenas no formato de longa. E um destes títulos vem da Espanha e responde pelo nome de A Lenda do Espantalho. A película, dirigida por Marco Besas, é uma animação com apenas 10 minutos de duração, mas tratam-se de 10 minutos de puro encantamento.

Aqui entra a primeira observação de que A Lenda do Espantalho NÃO é um curta de terror, embora a obra em questão trabalhe com elementos tão comuns ao gênero. Sendo assim, é possível encontrar exemplos de maldade, de vilania e principalmente do medo do desconhecido através de diferentes interpretações. Além disto, cenários e fotografias possuem elementos bastante comuns ao cinema de terror como a utilização de sombras e ambientes escuros além do personagem principal ser um espantalho. Mais terror impossível, certo?

A Lenda do Espantalho (2005) (2)

Pois é justamente o espantalho que vai ser responsável por resignificar estes elementos tão comuns do terror para dentro de um universo fantasioso. Espantalhos são comumente utilizados em filmes do gênero como vilões ou elementos causadores de medo. Com exceção de O Mágico de Oz e de O Estranho Mundo de Jack, a figura do homem de palha parece sempre estar associado a ideia de medo.

E vai ser justamente este ser que vai ganhar uma importante recodificação dentro da trama. O espantalho aqui é um ser solitário que tenta ser amigo dos corvos, que na animação não são pretos, mas roxos. No entanto, as aves não confiam naquele estranho ser, cuja função é assustar pássaros. Mas o solitário espantalho precisa apenas de amigos. Cansado da sua solidão, o homem de palha vai até o dono da fazenda em uma tentativa desesperada de abandonar a função de assustador de pássaros. Este encontro do espantalho com o seu dono vai trazer consequências graves para todos.

A Lenda do Espantalho é um curta que pode ser recomendado para o público em geral, embora talvez não seja indicado para crianças muito novas. Trata-se de uma história pensada em especial para quem tem interesse por contos melancólicos. O traço da animação se assemelha com desenhos animados antigos, embora dentro de um olhar um pouco mórbido. É como imaginar uma animação espanhola dirigida ou produzida por Tim Burton. O filme não possui diálogos, mas sim uma belíssima narração feita por Sancho Gracia.

O curtas traz mensagens explícitas como a necessidade do homem (ou neste caso os seres e animais) ter amigos. Outro exemplo responde por mostrar, com rara beleza, a força transformadora da experiência do amor-gratuidade embora tardiamente. E por fim, o filme deixa explícito que algumas ações não podem ser desfeitas e torna-se necessário conviver com o peso das decisões, mesmo diante de arrependimentos e das consequências das decisões. O espantalho e os corvos do filme carregam estes sentimentos.

Confira o curta abaixo:

(Visited 1.984 times, 1 visits today)
Filipe Falcão

Filipe Falcão

Jornalista formado e Doutor em Comunicação. Fã de filmes de terror, pesquisa academicamente o gênero desde 2006. Autor dos livros Fronteiras do Medo e A Aceleração do Medo e co-autor do livro Medo de Palhaço.

Um comentário em “A Lenda do Espantalho (2005)

  • 04/12/2014 em 00:29
    Permalink

    Duas palavras apenas:
    MACABRO e LINDO!!!!!!!!!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien