Editorial: 19 Anos do Boca do Inferno: Terror nos tempos do Corona

O mundo não é mais o mesmo. Isolados pelo temor de uma doença mortal, usando máscaras que protegem a respiração, cidadãos tentam encontrar meios de entretenimento e continuidade dos estudos através de apresentações musicais, debates com especialistas e vídeos-conferências. Cinemas dão lugares a sistemas de streaming, jogos de futebol são apenas gravações de outros tempos e os festivais ficam na expectativa do fim da quarentena para a sua realização. Esse futuro apocalíptico poderia servir de argumento para filmes de ficção científica, mas é a nossa assustadora realidade. Com tantas transformações na rotina, o Boca do Inferno, consciente de sua importância para o gênero, mantém sua estrutura e alcança na data de hoje o décimo nono ano de existência!

Com a equipe trabalhando em home office e enviando textos para a atualização diária, a nova vida pede um esforço maior pelas resenhas, divulgações e notícias – ainda que muitas produções estejam congeladas pelo impedimento das gravações. Assim, mesmo com o pessimismo que a época transmite, a vontade de espalhar o horror, em todas as vertentes possíveis, é o que nos mantém ativos no mundo virtual, ansiando como vocês pelo fim desse pesadelo. Para isso, é importante apresentar algumas boas novidades.

A primeira delas é a mais evidente. Houve uma reformulação na estrutura do Boca do Inferno, com um dinamismo maior e mais facilidade no acesso dos conteúdos. Também se tornou essencial organizar as seções, distribuir melhor os espaços em páginas (eram três, agora são quinze) e ampliar o campo visual. Alguns ajustes ainda estão sendo feitos, mas qualquer sugestão sempre será bem-vinda.

Também vale ressaltar o crescimento do podcast Falando no Diabo, que completou um ano há algumas semanas. Com assuntos variados em um bate-papo sempre rico em informações, ainda tivemos a honra de realizar um internacional e trazer convidados interessantes, além de uma programação que permite perguntas e respostas, com mais interatividade com vocês, amigos infernautas.

Vocês devem ter notado que a equipe cresceu. Agora temos um especialista em críticas musicais (Juliano Jacob), um novo jornalista para pesquisa de notícias (Lucas Crizza) e a resenhista literária Louise Minski, que são excelentes contribuições para o Boca do Inferno. E se você sonha em fazer parte deste grupo de produtores de conteúdo de terror, entre em contato conosco, pois somos sempre receptivos a novos membros.

E outra novidade recente é a parceria entre Boca do Inferno e o Muita Brisa para a criação da playlist Brisa do Inferno, como vocês devem ter notado no banner em destaque no alto da página. Essa união se estendeu para outros produtores como Lenda Urbana TV, Rafael Machado e Museu do Medo, na realização do curta O Mistério do Véu da Noiva, disponível na íntegra em nosso canal no youtube! Pretendemos fazer mais trabalhos em conjunto, assim que a pandemia permitir que possamos voltar às ruas para pesquisar o medo!

Com essas e muitas outras que virão, o site chega ao aniversário de 19 anos apreensivo, sem saber o que o futuro nos reserva. Apocalipse zumbi, invasão alienígena, guerra nuclear, escassez de alimentos… vamos sobreviver a tudo isso para alcançarmos lugares ainda mais distantes nesta jornada de divulgação do gênero! Continuem conosco…

 

(Visited 157 times, 1 visits today)
Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. É autor do livro "Medo de Palhaço", além de ter participado de várias antologias de horror!

4 comentários em “Editorial: 19 Anos do Boca do Inferno: Terror nos tempos do Corona

  • 14/05/2020 em 19:05
    Permalink

    Parabéns e vida longa ao Boca do Inferno, que já acompanho há 18 anos!

    Resposta
  • 12/05/2020 em 16:08
    Permalink

    Acompanho o Boca do Inferno desde sempre, então isso quer dizer que estou ficando velho. Voces são a maior fonte de horror do país, desejo muita resistência para trazer cada vez mais conteúdos de qualidade

    Resposta
  • 11/05/2020 em 21:37
    Permalink

    Longa vida ao Boca do Inferno!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien