Críticas, Quadrinhos

Ditadura no Ar – Coração Selvagem (2016)

Uma história tão bem contada e ilustrada, que surge num momento tão crucial da nossa história, quando multidões vão às ruas pedindo a volta da Ditadura Militar.

Ditadura no Ar - Coração Selvagem
Original:
Ano:2016•País:Brasil
Páginas:Autor:Raphael Fernandes, Rafael Vasconcelos (Abel)•Editora: Draco

Após o desaparecimento de sua namorada Lenina, o fotógrafo Félix Panta entra em uma arriscada investigação para descobrir o que os militares fizeram com a estudante comunista. Músicas de protesto, exilados políticos, reportagens proibidas e o terror das torturas estarão em seu caminho nesse Brasil em que a população alienada encobre a ação de ódio dos que estão no poder.

Este é o mote principal de Ditadura no Ar – Coração Selvagem de Raphael Fernandes (roteiro) e Rafael Vasconcellos (arte), HQ passada em 1969 logo após o AI-5, no auge da ditadura, e que, por mais absurdo que possa ser, apresenta uma história bastante atual que deve ser descoberta e lida devido ao seu contexto histórico que serve de alerta sobre um futuro cada vez mais próximo.

Ditadura no Ar foi lançada inicialmente no formato de minissérie independente entre 2011 e 2015, ano em que levou o troféu HQMix, e agora é apresentada no formato encadernado pela Editora Draco com arte e texto revisados. Um thriller histórico noir contado através dos olhos atentos do fotógrafo Félix Panta que vai desvendando o mistério em torno do desaparecimento de sua namorada ao mesmo tempo em que o passado do casal vai sendo apresentado ao leitor através de flashbacks.

Raphael Fernandes está bastante à vontade nos roteiros e entrega o seu melhor trabalho até o momento, com a fluidez natural que percorre o passado e o presente da história, e apresenta cenário todo aos poucos, como nos grandes filmes de detetive. Já a arte de Rafael Vasconcellos (vulgo Abel) é impecável e entrega traços leves e fluidos para os momentos de paz nos flashbacks e traços pesados, recheados de altos contrastes para os momentos mais violentos, passados durante a opressão da ditadura. Texto e arte funcionando em harmonia como pouco se vê por aí.

Sem qualquer demérito, Ditadura no Ar – Coração Selvagem é uma história simples e eficiente. Uma história tão bem contada e ilustrada, que surge num momento tão crucial da nossa história, quando multidões vão às ruas pedindo a volta da Ditadura Militar, que se torna leitura obrigatória. Compre. Leia. Reflita. Empreste Ditadura no Ar. É um dever manter o nosso período mais negro sempre na memória. Seja através do cinema, da literatura e agora, como nunca foi visto antes, através dos quadrinhos.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *