Elevador tem chuva de sangue após morte de funcionário em cruzeiro

Vítima era eletricista de 66 anos e funcionário do cruzeiro
Vítima era eletricista de 66 anos e funcionário do cruzeiro

Um dos funcionários do cruzeiro Carnival Ecstasy, que sai dos Estados Unidos e se direciona para as ilhas do Caribe, sofreu um acidente enquanto consertava o equipamento e acabou morrendo. A vítima estava em uma das paredes do fosso para resolver um problema elétrico quando o elevador começou a se movimentar. Veja o vídeo aqui!

Alguns passageiros que estavam no local puderam presenciar o ocorrido e filmaram o que parecia ser uma chuva de sangue escorrendo da parede do elevador. Segundo o passageiro Matt Davis “ver o elevador com sangue escorrendo como se fosse uma folha de papel, sem parar… foi uma cena da vida real de O Iluminado”. Espantados, Davis e sua mulher comentaram que ver o sangue escorrer soava como “uma tempestade” e durante o ocorrido um membro da tripulação começou a encaminhar os passageiros para o restaurante. Depois disso o elevador foi selado, coberto com um pano e uma faixa que dizia “Desculpe, mas não estou funcionando no momento”. Davis ainda comentou que mal esperava para sair do navio.

O porta-voz do Carnival Ecstasy, Vance Gulliksen, disse que o funcionário morreu no navio enquanto consertava o elevador. “A empresa dá suas condolências para a família e entes queridos do membro da nossa equipe”, disse Gulliksen, acrescentando que o auxílio para a família já estava sendo providenciado.

Gulliksen não forneceu o nome do funcionário que sofreu o acidente, mas a Polícia de Miami, responsável pelas investigações do caso, identificou a vítima como Jose Sandoval Opazo, um eletricista de 66 anos.

A Carnival Corporation, que detém a linha do cruzeiro, já tem uma série de grandes problemas em seu nome nos últimos anos, incluindo o naufrágio do Costa Concordia, em 2012 na Itália, e um incêndio no Carnaval Triumph em 2013.

(Visited 566 times, 1 visits today)
Laura Dourado

Laura Dourado

Jornalista, bailarina, amante irrecuperável de filmes de terror. Assiste todos os tipos possíveis, dispensando só os terríveis found footages.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *