Críticas

Até o Fim (2001)

Um thriller envolvente mostrando como a vida normal de uma mãe pode se transformar num enorme pesadelo sem fim de uma hora para outra!

Até o Fim (2001)

Interessante thriller com Tilda Swinton

Até o Fim
Original:The Deep End
Ano:2001•País:EUA
Direção:Scott McGehee, David Siegel
Roteiro:Scott McGehee, David Siegel, Elisabeth Sanxay Holding
Produção:David Siegel
Elenco:Tilda Swinton, Goran Visnjic, Jonathan Tucker, Peter Donat, Josh Lucas, Raymond J. Barry, Tamara Hope, Jordon Dorrance, Heather Mathieson, Holmes Osborne, Richard Gross, Kip Martin

Produzido, escrito e dirigido pela dupla Scott McGehee e David Siegel, Até o Fim (The Deep End) é um interessante filme de suspense psicológico que entrou em cartaz nos cinemas brasileiros em 17/05/2002. Baseado no livro noir The Blank Wall de Elisabeth Sanxay Holding e filmado previamente em 1949 com o título de Na Teia do Destino (The Reckless Moment), com James Mason e Joan Bennett, Até o Fim conta a história da até então pacata vida de uma mãe de família, que desaba repentinamente numa sucessão de eventos inesperados como um acidente de carro com seu filho, a descoberta que ele é homossexual, o envolvimento com um suposto assassinato do amante dele e a chantagem de um conhecido do morto.

(Atenção: o texto a seguir contém spoilers)

A atriz escocesa Tilda Swinton interpreta Margaret Hall, uma mãe que vive com o sogro e seus três filhos (um garoto pequeno, uma adolescente e um jovem) numa bela casa à beira de um lago na cidade de Lake Tahoe, California. Seu marido, um oficial da marinha americana, está quase sempre fora em missões no mar.

Tudo vai bem numa vida rotineira até que Margaret descobre o envolvimento de seu filho Beau (Jonathan Tucker) com outro homem, Darby Reese (Josh Lucas), que trabalha numa boate gay na cidade vizinha de Reno. Após um acidente de carro com seu filho dirigindo embriagado à noite, ela decide ir à boate pedir para o namorado dele não incomodá-lo mais. Porém, o rapaz vai à sua residência em Tahoe na mesma noite para encontrar Beau. Eles acabam discutindo e acidentalmente Darby é morto caindo sobre uma âncora de barco. Margaret encontra o corpo pela manhã na beira do lago e para proteger o filho decide ocultar o cadáver escondendo-o num grupo de recifes.

Até o Fim (2001) (2)

Mais tarde, o corpo é encontrado e a polícia inicia uma investigação. Porém, não são os policiais uma ameaça para Margaret e sim um conhecido do morto, Alek Spera (Goran Visnjic), que aparece para chantageá-la tentando conseguir alta quantia em dinheiro alegando possuir uma fita de vídeo VHS com cenas de sexo entre Darby e seu filho Beau, e que entregaria à polícia determinando seu filho como um suspeito de assassinato.

Quando o chantagista Alek aparece para cobrar o dinheiro, coincidentemente o sogro de Margaret tem um enfarte e ele acaba ajudando a salvar o idoso, ressuscitando seu coração novamente. A partir daí, o criminoso Alek passa a demonstrar uma personalidade diferente com a história tomando rumos inesperados, principalmente com o surgimento também de um parceiro perigoso de Alek que aparece para cobrar o dinheiro da chantagem.

Até o Fim é um thriller com uma história envolvente mostrando como a vida normal de uma mãe de família pode se transformar num enorme pesadelo sem fim de uma hora para outra, bastando cometer um pequeno erro, nesse caso o de ocultar um corpo para supostamente proteger o filho. Os destaques ficam para a premiada fotografia de Giles Nuttgens com tomadas belíssimas do lago Tahoe, um dos mais profundos do mundo, e pela ótima interpretação dramática da atriz Tilda Swinton, como a mãe perturbada Margaret Hall. Apesar da história apresentar situações incomuns como a transformação da personalidade de Alek Spera, de chantagista para protetor, o filme consegue manter um interessante clima de suspense psicológico até o fim (usando um pequeno trocadilho), garantindo bons momentos de diversão.

Leia também:

2 Comentários

  1. Jeff Harish

    Filmaço !

  2. vanessa vasconcelos

    adoro o elenco desse filme,queria ver ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *