Críticas

Dezesseis Luas (2013)

Drama com fantasia exagerada e algumas doses de horror, num estilo Crepúsculo, iniciando uma franquia voltada para o público adolescente!

Dezesseis Luas (2013)

Dezesseis Luas
Original:Beautiful Creatures
Ano:2013•País:EUA
Direção:Richard LaGravenese
Roteiro:Richard LaGravenese, Kami Garcia, Margaret Stohl
Produção:Broderick Johnson, Andrew A. Kosove, Molly Smith, Erwin Stoff
Elenco:Alice Englert, Viola Davis, Emma Thompson, Alden Ehrenreich, Jeremy Irons, Emmy Rossum, Thomas Mann, Eileen Atkins, Margo Martindale, Zoey Deutch, Tiffany Boone

Drama com fantasia exagerada e algumas doses sutis de horror, num estilo similar à saga Crepúsculo, dando início a uma franquia voltada principalmente para o público adolescente. Apresenta basicamente aquela mesma história tediosa de romance em meio a elementos sobrenaturais, nesse caso, magia e bruxaria, despertando saudades dos verdadeiros filmes de horror, com sangue em profusão e violência perturbadora.

Estreou nos cinemas brasileiros em 01/03/13, mostrando um garoto que vive numa pequena e desanimadora cidade no interior dos Estados Unidos, que se apaixona pela nova aluna recém chegada, que faz parte de uma família misteriosa formada por conjuradores com poderes mágicos. O maior desafio da garota será administrar sua relação amorosa com o jovem e a chegada de seu 16º aniversário, data na qual é definida sua inclinação de bruxa da luz ou das trevas.

A citação do autor de Ficção Científica Kurt Vonnegut Jr. e sua obra Matadouro 5, e a brincadeira com o ainda não filmado Premonição 6 (com o erro proposital no nome original) são pontos positivos, além da beleza simples e natural da jovem bruxa. E só.

Leia também:

Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

4 Comentários

  1. ana kassia

    eu amo eles adorei o filme deles e otimo

  2. vanessa vasconcelos

    deve ser bomba mesmo.

  3. Thiago Marques

    PQP… e minha namorad ame fez asisstir isso…, sai do CINEMA falando tudo quanto é nome… pq, essa BOSTA AQUI, É UMA DIARRÉIA MENTAL COMPLETA…

  4. Eduardo

    Tão ruim que o dono do artigo nem quis perder muito tempo escrevendo um texto maior. Hahahaha

    Só faltou cravar no final o “bomba”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *