Críticas

Doce Vingança (2010)

Filme sangrento repleto de momentos de grande tensão, principalmente a tortura física e psicológica sofrida pela protagonista!

Doce Vingança (2010) (13)

Doce Vingança
Original:I Spit on Your Grave
Ano:2010•País:EUA
Direção:Steven R. Monroe
Roteiro:Stuart Morse, Meir Zarchi
Produção:Lisa M. Hansen, Paul Hertzberg
Elenco:Sarah Butler, Jeff Branson, Andrew Howard, Daniel Franzese, Rodney Eastman, Chad Lindberg, Tracey Walter, Mollie Milligan, Saxon Sharbino, Amber Dawn Landrum

Refilmagem de um original de 1978 com o nome aqui no Brasil de A Vingança de Jennifer, escrito e dirigido por Meir Zarchi, e conhecido pelos títulos Day of the Woman ou I Spit On Your Grave. A nova versão tem direção de Steven R. Monroe, que enfatizou sua intenção em homenagear o filme antecessor da década de 1970 do século passado. E já temos até uma parte 2 lançada em 2013 pelo mesmo cineasta.

Uma jovem e bela escritora, Jennifer Hills (Sarah Butler), decide ir para um chalé afastado e cercado por uma floresta, para ficar isolada e poder trabalhar em seu novo livro. Porém, ao chegar à cidade próxima ao local de seu refúgio na natureza, ela chama a atenção por sua beleza e características de uma garota da cidade grande. Ela então é visitada de forma inesperada por quatro homens, que se juntam ao desonesto xerife local, que se diz religioso e temente a Deus, mas na verdade tem um caráter desprezível.

Doce Vingança (2010) (8)

A jovem escritora torna-se vítima de crueldades indescritíveis, sendo estuprada violentamente na floresta. Porém, a vingança é um prato que se come frio, e ela consegue sobreviver para dar o troco em seus algozes através de atrocidades ainda piores. Filme sangrento repleto de momentos de grande tensão, principalmente a tortura física e psicológica sofrida pela protagonista, fazendo-nos torcer por sua recuperação e sucesso no plano de vingança.

Doce Vingança (2010) (10)

O ser humano consegue ser tão desprezível com atitudes de crueldade, que muitas vezes é mais insignificante e rasteiro que os insetos que esmagamos sem perceber ao caminhar. E não é nenhum spoiler revelar que, para nossa total satisfação como apreciadores do cinema de horror, os estupradores são punidos de formas terrivelmente dolorosas, apesar de sabermos que as ações meticulosas e precisas da mulher vingadora são bem improváveis quando tentamos aproximar a história de algo mais real.

Leia também:

4 Comentários

  1. MORCEGO

    Filme horrível.
    Sem razão nenhuma de existir.

  2. Janerson

    Um bom filme, nada demais e com muitas partes inverossímeis como o fato de uma moça bonita ficar sozinha em um lugar isolado. Outra: de onde ela tira força física para conseguir torturar os brutamontes? Vale uma conferida, nada mais.

  3. Rebecca

    Bastante tenso e recheado de cenas violentas, gostei demais! O ponto negativo fica por conta da improbabilidade dos atos de vingança da protagonista, como foi dito. Fica bem difícil acreditar na vingança… rs

  4. MORCEGO

    Chato.
    Um filme muito ruim.
    Remake sem razão de existir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *