A Hora das Criaturas (1986)

A Hora das Criaturas (1986) (1)

A Hora das Criaturas
Original:Critters
Ano:1986•País:EUA
Direção:Stephen Herek
Roteiro:Domonic Muir, Stephen Herek, Don Keith Opper
Produção:Rupert Harvey, Barry Opper
Elenco:Dee Wallace, M. Emmet Walsh, Billy Green Bush, Scott Grimes, Don Keith Opper, Billy Zane, Ethan Phillips, Terrence Mann, Jeremy Lawrence, Lin Shaye

Em meados dos anos 80 do século passado, surgiu uma moda aqui no Brasil em chamar os filmes de horror e ficção científica que chegavam por aqui com o início “A Hora…”. E aí vieram A Hora do Espanto (vampiros), A Hora do Lobisomem, A Hora dos Mortos-Vivos (Re-Animator), A Hora do Pesadelo (Freddy Krueger), A Hora da Zona Morta (outra história de Stephen King), A Hora do Calafrio (o slasher Savage Weekend), etc. Teve também A Hora das Criaturas (1986), trabalho de estreia do cineasta Stephen Herek e que até virou franquia com mais outros três filmes (continuações em 1988, 91 e 92).

Na história, algumas pequenas criaturas peludas de uma raça alienígena com dentes pontiagudos, que soltam espinhos pelas costas e se movimentam rolando como bolas, fogem de uma prisão num asteroide, roubando uma nave estelar em direção ao nosso planeta. Eles aterrissam na área rural de uma pequena cidade americana e são perseguidos por dois caçadores de recompensas que possuem cabeças verdes sem feições, e que podem copiar o rosto de qualquer ser humano. Os alienígenas adoram fazer arruaças e comer descontroladamente, e decidem atacar a casa da fazenda da família Brown, formada pelo pai e mecânico de carros Jay (Billy Green Bush), a mãe Helen (a agora veterana e experiente Dee Wallace Stone, que esteve em Quadrilha de Sádicos, Grito de Horror, E.T. – O Extraterrestre e Cujo), e o casal de filhos adolescentes, April (Nadine Van Der Velde) e Brad (Scott Grimes). Ainda tem o mecânico ajudante Charlie McFadden (Don Opper), que gosta de ficar bêbado e falar sobre suas premonições com a chegada de alienígenas na Terra. Todos eles terão que lutar contra o ataque das criaturas do espaço e precisarão contar com a ajuda dos estranhos caçadores de recompensas para eliminar a ameaça.

A Hora das Criaturas (1986) (3)

A Hora das Criaturas foi produzido pela “New Line” e também é conhecido no Brasil apenas como Criaturas. É uma pequena pérola do cinema fantástico bagaceiro da divertida década de 1980. Uma época sem a artificialidade da computação gráfica, que está sendo usada em exagero nos dias atuais, eliminando parte da magia que o cinema sempre teve com o horror gráfico de sangue falso e bonecos animatrônicos que simulavam monstros movimentados por complexos sistemas com a combinação de mecânica, pneumática, hidráulica e eletrônica.

O filme tem elementos de humor negro, tanto que é normalmente considerado como horror e comédia, e as criaturas alienígenas são extremamente carismáticas, mesmo sendo ameaçadoras e perigosas em ataques violentos contra animais e humanos.

A Hora das Criaturas (1986) (2)

Curiosamente, os bichos alienígenas de Critters possuem grande semelhança conceitual e de forma proposital com as criaturas de Gremlins (1984), que já fazem parte da cultura popular. Outra curiosidade é a presença de um ainda jovem Billy Zane (que interpretou Steve Elliot, o namorado da garota April), em um de seus primeiros trabalhos de uma carreira bem sucedida posteriormente, com participações em filmes famosos como Titanic (1997). E também do veterano M. Emmet Walsh (que fez o papel de Harv, o xerife bonachão da cidadezinha), um rosto conhecido por seu imenso currículo com mais de 200 créditos.

(Visited 941 times, 1 visits today)
Juvenatrix

Juvenatrix

Uma criatura da noite tão antiga quanto seu próprio poder sombrio. As palavras são suas servas e sua paixão pelo Horror é a sua motivação nesse Inferno Digital.

8 comentários em “A Hora das Criaturas (1986)

  • 25/05/2017 em 16:56
    Permalink

    Como que faz o download nessa bagaça?

    Resposta
  • 07/12/2015 em 13:06
    Permalink

    Eu ainda não vi este primeiro, mas com certeza deve ser bem divertido. Vi somente o terceiro, e lembro de quando certa vez passou no Tela de Sucessos e eu fui contar para uma vizinha que havia o Leonardo DiCaprio, de quem ela era fã e estava em alta por causa de Titanic, e ela se recusou a assistir por ser um filme de “terror”, mesmo com o Leonardo DiCaprio. hahaha.

    Resposta
  • 28/11/2015 em 21:17
    Permalink

    Outra coisa que esqueci de mencionar o filme foi lançado no Brasil em VHS pela extinta RCA/Columbia – LKTEL Video.isso há muitos anos atras .

    Resposta
  • 28/11/2015 em 21:13
    Permalink

    Esse filme que passava no SBT o tempo todo e não como o nosso Germano escreveu,este filme nunca passou na Rede Globo o que passou nesta emissora foi ” Criaturas 2 ” exibido no Tela Quente em 4/11/1991 . O Terceiro filme tambem passou no SBT inclusive á tarde no extinto Cinema em Casa.O Titulo dele ao ser exibido no SBT se chamou ” A Noite das Criaturas ” esse titulo ” A Hora das Criaturas ” foi de quando ele passou no cinema devido á exaustão de filmes com a palavra ” Hora” no principio,como; Hora do Pesadelo,Hora do Espanto,Hora do Lobisomem ,etc,etc… já devidamente mencionado no começo desta materia.

    Resposta
    • 30/11/2015 em 19:35
      Permalink

      mandou bem ! isso que é fâ mesmo sabe ate data e tudo mais , parabéns..

      Resposta
  • 20/11/2015 em 11:37
    Permalink

    Eu adorava esse filme quando era criança, alugava o VHS e não perdia quando passava na Sessão da Tarde! Mas esse filme não se chamava “Criaturas”?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien