Família de classe alta tem sua vida distorcida por chegada sinistra em Borgman

Borgman chegará a cinemas americanos selecionados no dia 6 de junho.
Borgman chegará a cinemas americanos selecionados no dia 6 de junho.

Um dos filmes que chamou a atenção nos festivais por onde passou em 2013 foi Borgman, do diretor Alex van Warmerdam. O longa fez sua estreia no Festival de Cannes, ganhou prêmios em Atenas, Haifa e Sitges e, agora, será lançado em cinemas americanos selecionados no dia 6 de junho.

Estrelado por Jan Bijvoet, Hadewych Minis, Jeroen Perceval, Sara Hjort Ditlevsen, Eva van de Wijdeven, Annet Malherbe, Tom Dewispelaere e pelo próprio Warmerdam, Borgman acompanha um mendigo que se muda para a casa de uma família de classe alta e começa a tomar conta de suas vidas, com motivações mais sinistras sob a superfície. Ele é um sonho ou um demônio, uma alegoria distorcida ou uma personificação muito real de nossos medos?

Confira aqui o primeiro pôster da produção, desenhado pelo Seek and Speak:

(Visited 79 times, 1 visits today)
Silvana Perez

Silvana Perez

Escolheu alguns caminhos errados e acabou vindo parar na Boca do Inferno.

4 comentários em “Família de classe alta tem sua vida distorcida por chegada sinistra em Borgman

  • 11/04/2014 em 20:52
    Permalink

    UM VAGABUNDO NA ALTA RODA encontra TEOREMA.

    Resposta
  • 08/04/2014 em 13:19
    Permalink

    Bacana, parece ser um daqueles filmes onde você pode usar sua imaginação para tentar explicar sobre o que é, vou assistir.

    Resposta
  • 07/04/2014 em 12:19
    Permalink

    Curiosa e bizarra fábula macabra holandesa q tem ecos de “Funny Games” e “Um Vagabundo na Alta Roda”. Nela vemos o mendigo-titulo do filme se intrometer sorrateiramente no seio duma familia burguesa, pra depois desintegrá-la aos poucos mediante um meticuloso plano. Esta parábola de desestruturação familiar ou ate dum socialismo simbolico é permeada de humor negro e flerta com o fantastico, tem dialogos curtos e atuações competentes. Apesar de simples, a atmosfera consegue ser perturbadora e mantem o interesse, onde o desfecho deixa mais perguntas q respostas. Fica a criterio do espectador. Não é pra qq paladar, principalmente pra quem curte enlatados comerciais, Quem curtiu o grego “Dente Canino” vai amar este aqui. Curiosidade é saber q este filme foi o candidato holandês pela disputa da vaga de Oscar de Filme Estrangeiro, mas ficou de fora. 8,5/10

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien