Lançado primeiro poster do filme The Last Word

oi
Jovem de 17 anos é injustamente condenado a morte por ter matado uma freira

Poucos roteiros de terror conseguem nos dar aquele arrepio na espinha e receio de apagar a luz na hora de dormir, mas o filme The Last Word promete essa sensação para quem o assistir.

O longa é baseado na história real de Johnny Frank Garrett, injustamente condenado e executado pelo assassinato de uma freira.

Jesse Quackenbush, em 2008, retratou tudo em um documentário, também entitulado The Last Word, e sua sinopse conta que “um confronto entre o bem e o mal aconteceu em High Plains of Texas quando Johnny Frank Garrett, um menino com problemas mentais de 17 anos, é preso, condenado, e executado pelo estupro, mutilação e assassinato da freira Tadea Benz, de 76 anos. Garrett alegou sua inocência desde o momento de sua prisão até seu último suspiro. Dezesseis anos depois da execução de Garrett, novas provas apareceram e mostraram que o Departamento de Polícia de Amarillo executaram o homem errado. Na declaração final de Garrett, ele alegou pela última vez sua inocência, mas o fez com uma voz impulsionada pelo ódio e vingança”.

Agora, o filme dirigido por Simon Rumley (Red White & Blue), cria consequências trágicas sofridas pelos participantes do julgamento de Garrett. O roteiro ficcional ficou por conta de Ben Ketai e já estão no elenco Erin Cummings (Late Phases), Sean Patrick Flaney (Jogos Mortais 3D: O Capítulo Final) e Mike Doyle.

Um homem condenado é executado por seus crimes, mas não antes de amaldiçoar aqueles que o mandaram para a sua morte. Pouco tempo depois, as pessoas envolvidas no caso, de testemunhas a jurados, começam a morrer. Quando a vida do filho de um jurado é ameaçada, o homem se propõe a provar que a pessoa errada foi condenada para reverter a maldição.

(Visited 45 times, 1 visits today)
Laura Dourado

Laura Dourado

Jornalista, bailarina, amante irrecuperável de filmes de terror. Assiste todos os tipos possíveis, dispensando só os terríveis found footages.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *