Diretor de O Exorcista conta que já foi chamado pelo Vaticano para gravar um exorcismo real

O Exorcista (1973)

O filme O Exorcista, dirigido por William Friedkin, é considerado um dos melhores filmes de terror de todos os tempos. O clássico tem várias camadas de suspense e tensão em suas duas horas e gerou muita controvérsia quando lançado. No entanto, o filme também foi muito aclamado e recebeu dez indicações para o Oscar, incluindo de Melhor Filme, sendo assim o primeiro filme de horror indicado para o prêmio. Sua marca na sociedade não pode ser negada, e é por isso que a seguinte história é no mínimo interessante:

No Festival de Cannes desse ano, Friedkin disse durante um evento sobre quando foi convidado pela Igreja Católica para filmar um exorcismo verdadeiro: “Eu fui convidado pelo Vaticano para filmar um exorcismo real… poucas pessoas já viram e nenhuma fotografou [o ocorrido]. Eu não estou falando sobre um culto, estou falando sobre um exorcismo da Igreja Católica de Roma”, explicou.

O diretor também disse que a experiência foi notavelmente parecida com a versão do filme e que presenciá-la causou uma profunda mudança nele: “Eu fiquei bastante abismado. Acredito que nunca serei o mesmo depois de ter visto isso”.

No entanto, enquanto o diretor assegura que isso aconteceu, o próprio Vaticano nega envolvimento ou até mesmo ter feito o convite. Eles se pronunciaram para a AFP e comentaram o que pode ter acontecido: “O Vaticano não tem um exorcista. As pessoas normalmente confundem qualquer iniciativa, organização ou pessoa católica com o Vaticano, possivelmente esse foi o caso aqui”.

(Visited 63 times, 1 visits today)
Laura Dourado

Laura Dourado

Jornalista, bailarina, amante irrecuperável de filmes de terror. Assiste todos os tipos possíveis, dispensando só os terríveis found footages.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien