Horror para Ver em 2024

4.5
(13)

Um novo ano se inicia e, como sempre, entre promessas de um regime e academia, começam a surgir as expectativas sobre as produções que chegarão ao circuito comercial, às telas grandes e aos streamings. Muitos desses filmes nem chegam a ver a luz do dia – não alcançam a pós-produção ou nem sequer foram filmados ainda – ou são postergados continuamente para evitar concorrência com outras estreias.

2024 terá alguns blockbusters (Kong e Godzilla, além de mais uma produção dos Caça-Fantasmas), mas trará continuações improváveis, assombrações, bruxaria, uma versão alternativa de Frankenstein, alienígenas silenciosos ou exageradamente barulhentos, assassinos sangrentos, vampirismo, brinquedo maldito, demônios e possessão. A volta de Jigsaw, dos mascarados estranhos, dos fantasmas que se divertem e sorriem, com uma nova passagem até em Silent Hill.

Dizer que será o melhor ano do gênero talvez seja um exagero. Mas, haverá sustos e calafrios para todos os gostos. Confira nossa agendinha de estreias e faça sua programação pessoal, dizendo o que gostaria de ver ou simplesmente deixará passar como a maçã da maionese.

MERGULHO NOTURNO (Night Swim, EUA/UK, 2024)
Direção: Bryce McGuire
Estreia: 05 de janeiro (EUA); 18 de janeiro (Brasil)
Sinopse: Um ex-jogador de beisebol se muda com a esposa e os dois filhos para uma nova casa. Ele acredita que a piscina do quintal pode ser uma diversão para as crianças, mas um segredo sombrio do passado da casa vai desencadear uma força malévola.

Comentários: McGuire dirigiu um curta de mesmo nome em 2014, e agora apresenta uma versão alongada, com mais atores envolvidos em uma piscina amaldiçoada. Produção da Blumhouse e também de James Wan, traz no elenco Wyatt Russell, de Falcão Negro e o Soldado Invernal e da recente Monarch: Legado de Monstros. Alguns efeitos digitais no trailer incomodam, e parece mais do mesmo, como um Amityville focado numa piscina.

BAGHEAD – A BRUXA DOS MORTOS (Baghead, UK, 2023)
Direção: Alberto Corredor
Estreia: 08 de fevereiro (EUA); 28 de março (Brasil)
Sinopse: Após o falecimento do pai, Iris herda um antigo bar que abriga uma entidade capaz de incorporar os mortos. Tentada a explorar os poderes da criatura e ajudar pessoas desesperadas em troca de dinheiro, Iris mergulha em um terreno perigoso.

Comentários: Bryce McGuire, que dirigiu o mencionado acima, é um dos nomes por trás do roteiro desse longa de assombração e bruxaria. Curiosamente, este também teve sua versão curta, lançada em 2017, e com direção também de Alberto Corredor. Teve uma estreia antecipada na Alemanha, em 28 de dezembro, e as 20 avaliações do IMDb estão dando uma média de 7,1. Provavelmente irá mudar depois da estreia americana. O trailer é bonzinho, tem efeitos digitais, bastante movimentação, fantasmas e mortos-vivos.

LISA FRANKENSTEIN (Lisa Frankenstein, EUA, 2024)
Direção: Zelda Williams
Estreia: 09 de fevereiro (EUA)
Sinopse: Em 1989, uma garota impopular do ensino médio chamada Lisa acidentalmente reanima um belo cadáver vitoriano durante uma tempestade e começa a reconstruí-lo no homem dos seus sonhos usando a cama de bronzeamento quebrada em sua garagem.

Comentários: Uma nova versão do clássico de Mary Shelley, com o tom adolescente e sarcástico de Diablo Cody (de Juno, Garota Infernal). Tem Kathryn Newton (a mesma de Freaky – No Corpo de um Assassino) no papel principal como a jovem que despertará uma criatura vitoriana feita de partes de pessoas que a interessam. Lembra May – Obsessão Assassina, com a crítica social de The Angry Black Girl and Her Monster. Zelda Williams tem no currículo a direção de vídeos musicais, principalmente de JoJo.

IMAGINÁRIO – BRINQUEDO DIABÓLICO (Imaginary, EUA, 2024)
Direção: Jeff Wadlow
Estreia: 08 de março (EUA)
Sinopse: Uma mulher retorna para a casa de sua infância com a família. Sua filha mais jovem logo fica apegada a um ursinho de pelúcia que ela encontra no porão. Apesar da interação parecer divertida, a situação não demora para se tornar sinistra.

Comentários: Bem a cara da Blumhouse, um ursinho com intenções malignas. Recentemente levou aos cinemas  Megan e Five Nights at Freddy’s, e continua em busca de um brinquedo maldito para chamar de seu. Wadlow comandou outras produções do estúdio, como Verdade ou Desafio e A Ilha da Fantasia, e entende bem do estilo que agrada o gosto popular. Aqui não se sabe se teremos um brinquedo possuído ou se ele simplesmente trará o mau agouro à família. A dica está na cena final do trailer, com uma versão monstruosa do ursinho.

GHOSTBUSTERS – APOCALIPSE DE GELO (Ghostbusters: Frozen Empire, EUA, 2024)
Direção: Gil Kenan
Estreia: 29 de março (EUA)
Sinopse: Quando a descoberta de um artefato antigo libera uma força do mal, os Caça-Fantasmas originais e os novos precisam unir forças para proteger Nova York e salvar o mundo de uma segunda Era do Gelo.

Comentários: O reboot, Ghostbusters – Mais Além, fez um sucesso moderado, resgatando atores como Bill Murray, Dan Aykroyd e Ernie Hudson, além de uma pontinha de Sigourney Weaver. Por outro lado, quando escrevi sobre, pontuei: “era muito bom ver a cidade recebendo os heróis, sujos de marshmallow, depois de destruir o inimigo poderoso no alto de um edifício“. Senti falta de um tom apocalíptico, que colocasse os caçadores como heróis mesmo, salvando cidades grandes e os EUA. Parece que nesse novo isso será corrigido, uma vez que a ameaça trará problemas grandiosos aos antigos e à nova geração. Infelizmente Sigourney Weaver já anunciou que não terá participação nesse novo filme.

A PRIMEIRA PROFECIA (The First Omen, EUA/Itália, 2024)
Direção: Arkasha Stevenson
Estreia: 05 de abril (EUA)
Sinopse: Uma jovem americana é enviada a Roma para iniciar uma vida de serviço à igreja, mas se depara com uma escuridão que a faz questionar sua fé e descobre uma conspiração aterrorizante que espera trazer à tona o mal encarnado.

Comentários: Aquelas teorias malucas de fãs que estabeleciam uma relação entre O Bebê de Rosemary e A Profecia talvez possa se concluir agora. Mais um filme da série “mexo, sim, com clássicos para criar continuações e prelúdios” agora vai envolver a obra-prima de Richard Donner. A única expectativa razoável para estimular a curiosidade é a presença de Sonia Braga e Nell Tiger Free (de Servant) no elenco, porque de resto…

GODZILLA E KONG: O NOVO IMPÉRIO (Godzilla x Kong: The New Empire, EUA, 2024)
Direção: Adam Wingard
Estreia: 12 de abril (EUA); 11 de abril (Brasil)
Sinopse: Godzilla e Kong enfrentam um monstro aterrorizante que ameaça todo o planeta.

Comentários: Outra produção hiperbólica ao estilo Hollywood de fazer cinema. O embate anterior, depois de uma longa sequência de filmes com as criaturas reiniciadas em 2014, podia ter sido melhor, com exageros e absurdos que nem a literatura fantasiosa de J.K. Rowling seria capaz de imaginar. Mas rendeu o suficiente para estimular um novo encontro, desta vez colocando ambos os monstros como “parças” no combate a algo maior. Tive a impressão de uma queda grandiosa na qualidade dos efeitos especiais, parecendo desenho animado: quando apareceu o filho de Kong achei que estava vendo George, o Curioso. Não me empolgou como o anterior, talvez pelos excessos de produções no estilo.

RETURN TO SILENT HILL (Return to Silent Hill, EUA/UK/França/Alemanha/Sérvia, 2024)
Direção: Christophe Gans
Estreia: 26 de abril (EUA)
Sinopse: Quando uma carta misteriosa o chama de volta a Silent Hill em busca de seu amor perdido, James encontra uma cidade outrora reconhecível e se depara com figuras aterrorizantes, tanto familiares quanto novas.

Comentários: Dificilmente chegará perto dos cinemas brasileiros – se tivermos sorte, talvez apareça em um streaming. Chama a atenção pela direção de Gans, o mesmo que dirigiu em 2006 Terror em Silent Hill, bem melhor que o segundo filme. E tem no elenco Jeremy Irvine, que também está em Baghead. Vamos ver se irá resgatar a atmosfera do jogo, do primeiro longa e também se chegará de alguma forma por aqui.

HORRORSCOPE (Horrorscope, EUA, 2024)
Direção: Spenser Cohen, Anna Halberg
Estreia: 10 de maio (EUA); 27 de junho (Brasil)
Sinopse: Um grupo de amigos de faculdade começa a morrer de maneiras relacionadas à sorte após a leitura de seus horóscopos.

Comentários: Apesar de já ter data de estreia brasileira (imagino um título como Horóscopo do Mal), não tem muito o que se falar sobre essa produção que marca a estreia dessa dupla no comando de longas. É baseada em um romance de Nicholas Adams, lançado nos anos 90, e tem no elenco Jacob Batalon, o amigo engraçado do Homem-Aranha. Ainda sem trailer, não estranharia se fosse adiado nos próximos meses.

THE STRANGERS: CHAPTER 1 (The Strangers: Chapter 1, EUA, 2024)
Direção: Renny Harlin
Estreia: 17 de maio (EUA)
Sinopse: Um jovem casal atravessa o país em direção a um novo começo; infelizmente, eles não têm escolha a não ser parar em um Airbnb isolado no Oregon – e enfrentar uma noite de terror contra três estranhos mascarados.

Comentários: Renny Harlin, lembrado por ter feito Exorcista: O Início,  é bastante fã do primeiro Os Estranhos, aquele claustrofóbico com a Liv Tyler, inspirado em eventos reais. E por ser fã do estilo Hitchcock de fazer cinema resolveu assumir uma trilogia com os assassinos mascarados que invadem uma casa sem uma razão qualquer. Nesses novos filmes, provavelmente ambientados posterior ao primeiro, ele terá a chance de resgatar o tom claustrofóbico que Os Estranhos: Caçada Noturna deixou de lado. Traz no elenco Richard Brake e o protagonismo de Madelaine Petsch, que parece que sobreviverá até o terceiro capítulo.

THE WATCHERS (The Watchers, EUA, 2024)
Direção: Ishana Shyamalan
Estreia: 07 de junho (EUA)
Sinopse: Segue Mina, uma artista de 28 anos, que fica presa em uma extensa e imaculada floresta no oeste da Irlanda. Depois de encontrar abrigo, ela fica presa ao lado de três estranhos, perseguidos por criaturas misteriosas todas as noites.

Comentários: Trata-se da estreia na direção de longas da filha de M. Night Shyamalan. Ela havia comandado seis episódios da série Servant, e agora assume um estilo próprio de apresentar terror e mistério. Vamos aguardar para saber se ela também trará finais surpreendentes, além de boas histórias.

A QUIET PLACE: DAY ONE (A Quiet Place: Day One, EUA, 2024)
Direção: Michael Sarnoski
Estreia: 28 de junho (EUA)
Sinopse: Ainda não informada.

Comentários: John Krasinski deixa a direção, assumindo produção e roteiro deste spin-off que mostrará o primeiro dia da invasão sob outro viés. Ainda sem trailer, sem imagem, sem sinopse, pode ser uma daquelas produções que são adiadas constantemente até alcançar espaço numa plataforma de streaming. Sarnoski dirigiu anteriormente PIG: A Vingança, com Nicolas Cage. No elenco, Djimon Hounsou, que esteve em Um Lugar Silencioso – Parte II, e Lupita Nyong’o, de Nós.

ALIEN: ROMULUS (Alien: Romulus, EUA, 2024)
Direção: Fede Alvarez
Estreia: 16 de agosto (EUA)
Sinopse: Os jovens de um mundo distante devem enfrentar a forma de vida mais aterrorizante do universo.

Comentários: Ambientado entre Alien, o Oitavo Passageiro e Aliens 2: O Resgate, esse filme parece que mostrará jovens enfrentando as criaturas, um tom diferente dos já mostrados na franquia original. Sem grandes nomes no elenco, tem na direção Fede Alvarez, de A Morte do Demônio (2013) e O Homem nas Trevas. Uma incógnita…

OS FANTASMAS SE DIVERTEM 2 (Beetlejuice 2, EUA, 2024)
Direção: Tim Burton
Estreia: 05 de setembro (Brasil)
Sinopse: Continuação do longa de 88 sobre um fantasma que é recrutado para assombrar uma casa.

Comentários: Se eu escrevesse somente o nome Tim Burton já seria mais do que suficiente para justificar uma conferida. Mas tem outros nomes que também merecem destaque, como Winona Ryder, Monica Bellucci, Willem Dafoe e até Jenna Ortega. É o tipo de filme que não precisaria de trailer, imagens ou qualquer informação para que você se interesse em ver. Acho que não serão apenas os fantasmas que irão se divertir…

NOSFERATU (Nosferatu, EUA, 2024)
Direção: Robert Eggers
Estreia: 25 de dezembro (EUA)
Sinopse: Um conto gótico de obsessão entre uma jovem assombrada na Alemanha do século XIX e o antigo vampiro da Transilvânia que a persegue, trazendo consigo um horror incalculável.

Comentários: Teremos realmente que aguardar até o apagar das luzes de 2024 para elaborarmos nossas listas dos melhores do ano. Este, do mesmo responsável por A Bruxa, e que conta com Willem Dafoe e Bill Skarsgård, tem grandes chances de ocupar o top 5, ainda mais quando o diretor já deixa evidente em entrevistas que resgatará o tom sombrio e aterrorizante do original, de 1922.

E O QUE MAIS TEREMOS EM 2024?

Além dessas possíveis estreias, estão presentes nos calendários de terror a continuação do filme do Ursinho Pooh (16 de fevereiro), o novo trabalho de M. Night Shyamalan, Trap (2 de agosto), a refilmagem americana de Speak no Evil (9 de agosto), Jogos Mortais XI, com o retorno de Jigsaw e Amanda (24 de setembro), a continuação de Sorria (18 de outubro), Terrifier 3 (25 de outubro) e um novo The Wolf Man (25 de outubro), com direção de Leigh Whannell. Mas são produções ainda sem muitas informações até o momento.

E há os que ainda nem têm data de estreia ainda, como Maxxxine (continuação de X e Pearl), Salem’s Lot, The Crow, Witchboard, Thread, Shelby Oaks e The Conjuring: Last Rites, além de até um “reboot” de Faces da Morte, por incrível que pareça.

Vamos ver quais destes vingarão e quais surpresas teremos entre estreias e lançamentos nas plataformas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Avatar photo

Marcelo Milici

Professor e crítico de cinema há vinte anos, fundou o site Boca do Inferno, uma das principais referências do gênero fantástico no Brasil. Foi colunista do site Omelete, articulista da revista Amazing e jurado dos festivais Cinefantasy, Espantomania, SP Terror e do sarau da Casa das Rosas. Possui publicações em diversas antologias como “Terra Morta”, Arquivos do Mal”, “Galáxias Ocultas”, “A Hora Morta” e “Insanidade”, além de composições poéticas no livro “A Sociedade dos Poetas Vivos”. É um dos autores da enciclopédia “Medo de Palhaço”, lançado pela editora Évora.

One thought on “Horror para Ver em 2024

  • 03/01/2024 em 19:16
    Permalink

    Parece que estão investindo muito em continuação ou derivados de outros filmes. Não me parece que tenha nada muito original até agora, principalmente em relação aos temas dos filmes. Andei vendo a programação num famoso cinema aqui da cidade, mas ela anda bem fraca. Espero que venham boas surpresas em 2024.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *