Condado Maldito: Almas Abandonadas – Vol. 5 (2023)

4.2
(5)
Condado Maldito: Almas Abandonadas – Vol. 5
Original:Harrow County: Abandoned – vol. 5
Ano:2023•País:EUA
Páginas:128• Autor:Cullen Bunn, Tyler Crook •Editora: Darkside Books

A história do macabro condado de Harrow continua percorrendo caminhos sombrios e revelando verdades sangrentas. No volume 4, Herança de Família, conhecemos os bruxos que fazem parte da família de Emmy que, até então, acreditava estar sozinha. Cada membro possui um dom específico, sendo todos extremamente poderosos e alguns até mesmo cruéis.

Em seu quinto volume, intitulado Almas Abandonadas, alguns mistérios são desvendados e novas informações surgem, fazendo com que algumas peças que pareciam simplesmente jogadas comecem a se encaixar.

Aqui, um personagem que já deu as caras algumas vezes, sempre optando por ficar isolado, contará sua história e abordará seu trágico passado. Estamos falando da curiosa criatura que parece um touro gigante com dois pares de olhos, chamado de Abandonado. Ele resolve conversar com Emmy justamente por causa da chegada de seus parentes, alegando que virão atrás dele também, não importa o quanto a garota prometa protegê-lo. Ao ouvir o que o Abandonado tem a dizer, Emmy terá duas revelações chocantes, uma sobre a verdadeira identidade desse grandioso ser, outra sobre si mesma. E ela, pensando que já sabia até demais sobre suas origens, descobre que esteve equivocada.

Na segunda parte do volume, novamente o Abandonado é o tema central. Dessa vez, caçadores estão à sua procura na floresta de Harrow, e cabe a Emmy proteger novamente as redondezas e seres que ali habitam – por mais assustadores que sejam – e descobrir como essas pessoas de fora do condado descobriram sobre a criatura. Resta dizer que as coisas sairão um pouco do controle e acabarão em um massacre visceral.

Os capítulos 1 e 2 foram desenhados por Carla Speed McNeil e coloridos por Jenn Manley Lee e, de fato, nota-se a diferença para a arte de Tyler Crook. É algo sutil, nada escancarado e que cause grande estranhamento como ocorreu no volume 3, entretanto, é possível perceber que há alguma coisa diferente ali. Falta um ar mais sombrio tão característico de Condado Maldito. Nos capítulos 3 e 4 Crook volta ao comando, com suas cores fortes e traços marcantes, especialmente nas cenas de mais horror e dando ênfase a uma parte cheia de brutalidade, onde membros são arrancados e muito sangue é espalhado.

Apesar de algumas respostas e colocar como personagem principal do volume uma criatura misteriosa e interessante, Almas Abandonadas deixa a sensação de que poderia ter sido mais, tendo algumas significativas páginas a menos na edição. Com as novas revelações, é compreensível que Cullen Bunn tenha preferido deixar toda a tensão para os dois últimos volumes de Condado Maldito, e os quadrinhos finais dão a entender que essa realmente é sua intenção. Porém, esse universo foi tão expandido ao longo de cinco volumes que era necessário que o plot de Almas Abandonadas fosse um pouco mais extenso para uma maior e melhor imersão na graphic novel.

De qualquer modo, Condado Maldito continua mantendo sua alta qualidade, com um enredo sinistro e muitas assombrações durante essa jornada macabra.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Avatar photo

Louise Minski

Um experimento de Schrödinger entediado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *