Críticas

Espíritos – A Morte está ao Seu Lado (2004)

É um filme que talvez fique no limbo e não seja visto como um clássico no futuro, mas para os fãs do gênero é obrigatório!

Espíritos (2004)

A Morte em cada flash!

Espíritos - A Morte está ao Seu Lado
Original:Shutter
Ano:2004•País:Tailândia
Direção:Banjong Pisanthanakun, Parkpoom Wongpoom
Roteiro:Banjong Pisanthanakun, Sopon Sukdapisit,
Produção:Yodphet Sudsawad
Elenco:Ananda Everingham, Natthaweeranuch Thongmee, Achita Sikamana, Unnop Chanpaibool, Titikarn Tongprasearth, Sivagorn Muttamara, Chachchaya Chalemphol, Kachormsak Naruepatr, Apichart Chusakul

Quem nunca ouviu falar sobre fotos que registram ‘fantasmas’? Acho que todo mundo conhece um caso desses. A verdade é que a maioria dessas fotos são montagens, ou algumas delas apresentam pequenos defeitos que nos levam a crer que existe uma aparição na foto. Será possível que uma simples máquina fotográfica consiga registrar visitantes do além? O tailandês Espíritos – A Morte está ao Seu Lado tem como base esse princípio, dirigido por Banjong Pisanthanakun e Parkpoom Wongpoom, a mesma dupla que também realizou Alone, lançado aqui em uma tática comercial como Espíritos 2, sem nenhuma ligação com este – aliás Espíritos já é uma tradução infeliz, já que não se trata de vários, e, sim, de um.

A trama gira em torno do fotógrafo Tun (Anada Everinghan) e sua namorada Jane (Natthaweeranuch Thongmee), que começam a perceber em suas fotos a misteriosa imagem de uma mulher, após um atropelamento em que ambos foram responsáveis. Estranhos sonhos e aparições começam a atormentar o casal, que decide investigar o que está ocorrendo. A verdade é que Tun parece querer ignorar o fato, mas Jane está disposta a ir até o fim das investigações, descobrindo que a mulher das fotos tem uma ligação com o passado de seu companheiro. O filme evoca a situação de que algumas pessoas, ao morrerem, querem sempre ficar próximas de seus entes queridos, ou alguns ficam porque querem se vingar de alguém que lhes fez mal.

Espíritos (2004) (1)

Um pouco diferente dos filmes coreanos e japoneses, o roteiro de Espíritos é mais ‘redondo’. A trama é bem desenvolvida, apesar de um pouco batida, e não existem muitas complicações para o espectador quebrar a cabeça. Peca por não aprofundar no tema, chega a ser um pouco previsível em certo momento, mas não deixa de nos surpreender em outras situações. O elenco é jovem, bonito e tem excelentes atuações. O grande trunfo do filme está nas angustiantes e pavorosas aparições da fantasma – são de deixar sem fôlego – e o diretor ainda reserva uma surpresa assustadora em um final aterrador: confesso que passei uma semana dormindo com a luz acesa!

O sucesso do filme foi grande, chegando até a ser exibido nos cinemas brasileiros – uma raridade por se tratar de um filme oriental. Ganhou também um remake, lançado por aqui como Imagens do Além – desnecessário, na minha opinião, mesmo não tendo visto. Espíritos é um filme que talvez fique no limbo e não seja visto como um clássico no futuro, mas para os fãs do gênero é obrigatório.

Leia também:

9 Comentários

  1. Janerson

    Verdadeiro filme de terror. Um final surpreendente e genial. Hollywood está a anos luz de fazer um filme como esse.

  2. Paula

    Um dos melhores sem dúvida!!!!!!1E o 2 tb é excelênte!!!!!

  3. Hierofante1970

    É assim que se faz filme de assombrações Hollywood.

  4. Daniel Castro

    Está no TOP 10 dos melhores filmes de terror que assisti nos últimos 15 anos. Simples assim.

  5. Diego

    Filmão… Pra mim um dos melhores do gênero.

  6. Um dos melhor que já vii, muitooo bom, com certeza vai virar um classico no futuro *-*

  7. Ervin Zuniga

    O final compensa todo o filme!

  8. Paula

    Muuuuuuuuuuuito bom mesmo que nunca assistiu esta perdendo feio!Que é fã de filmes de terror tem mesmo por obrigação que assistir esse filme em vez de perder tempo com porcarias americanas como A casa de cêra!

  9. vanessa vasconcelos

    nunca assisti,mas tem no you tube,quem sabe né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *