Críticas

Tubarão de Malibu (2009)

Entra facilmente na galeria das produções que mais maltratam animais e que poderiam ser banidas pela honra das espécies envolvidas!

Tubarão de Malibu (2009) (1)

Tubarão de Malibu
Original:Malibu Shark Attack
Ano:2009•País:EUA
Direção:A.B. Stone
Roteiro:Keith Shaw
Produção:Dale G. Bradley, Grant Bradley, Richard Stewart, Brian Trenchard-Smith
Elenco:Renee Bowen, Remi Broadway, Joel Amos Byrnes, Warren Christie, Nicholas G. Cooper, Jeff Gannon, Mungo McKay, Evert McQueen, Sonya Salomaa, Chelan Simmons, Peta Wilson

Dados estatísticos do IBIPA (Instituto Boca do Inferno de Pesquisas Avançadas) já mostram que os tubarões são mais eficientes em matar do que o Homem…pelo menos, no Cinema de Horror Bagaceira Contemporâneo. Esses assassinos em série marítimos já se tornaram os principais vilões do gênero fantástico, com uma incidência atual maior de seus ataques do que quando se tornaram antagonistas de filmes que copiavam o clássico Tubarão, de Spielberg. Alterados geneticamente, presentes em lugares inusitados, mutantes, biônicos e até voadores…já sugerem que esse subgênero seja promovido a gênero. Você vai a uma loja comprar DVDs, e pode escolher pelas prateleiras identificadas por Comédia, Suspense/Terror, Ficção Científica, Drama, Tubarão, Western

É fácil encontrar tubarões no deserto, no pântano, em lojas e até em rios…por que não em Malibu? Uma das praias mais procuradas nos Estados Unidos, graças à beleza de sua areia quase transparente e das frequentadoras. Nesse cenário mágico, habitado por surfistas, mulheres estonteantes e salva-vidas atléticos, criaturas pré-históricas são despertadas por um terremoto e vão em busca da carne frágil de banhistas incautos. Para ampliar o palco sangrento, um tsunami conduz os monstros marinhos para a praia,  onde estão ilhados suas futuras refeições. Parece bom? Duas palavras definem a falta de qualidade técnica da obra: Syfy Channel!

Tubarão de Malibu (2009) (2)

No enredo, escrito por Keith Shaw (de Avalanche de Tubarões, 2014), a salva-vidas Heather (Peta Wilson) é disputada por dois homens, seu ex-namorado Chavez (Warren Christie, de Apollo 18 – A Missão Proibida, 2011) e o atual Colin (Jeffery Gannon). Ela divide as funções de cuidar da praia de Malibu com Doug (Remi Broadway), que não quer aceitar sua atração por Jenny (Chelan Simmons, que apareceu pelada em Premonição 3, 2006), e Barb (Sonya Salomaa, de House of the Dead, 2003). que acaba de receber um pedido de casamento de Bryan (Nicholas G. Cooper). Em um dia de sol como qualquer outro, um forte tremor liberta tubarões-duende de uma caverna subterrânea, e nadadores são atacados na região. Consequentemente, os tremores geram um tsunami que deixa a praia submersa, à exceção de um prédio em construção e a cabana de salva-vidas, onde os personagens já apresentados revolvem se abrigar. Assim, os animais circundam a área, e os jovens precisam encontrar meios de sobrevivência, seja se protegendo ou enfrentando os inimigos com o que encontram pelo caminho.

Tubarão de Malibu (2009) (3)O problema mais grave de Tubarão de Malibu são, obviamente, os efeitos especiais. Todo criado em computador, mas com orçamento modesto, eles são muito ruins tanto na caracterização dos tubarões quanto em seus ataques sempre iguais, nunca interagindo com os personagens. E o que dizer, então, do tsunami mais tosco já realizado? Uma ondinha ao fundo, com efeito uniforme, que não destrói praticamente nada, muito menos a frágil cabana dos salva-vidas! E chega a ser patética a atuação séria e dramática dos personagens diante de bichos mal-feitos, desenhados em computador.

A direção de David Lister é típica de um filme para a TV, fazendo o básico sem empolgar, deixando o trabalho sujo para o argumento sem sentido, o triângulo amoroso insosso e a morte da única personagem com consciência ecológica. Tudo absolutamente mal construído, como uma peça escolar realizada às vésperas da apresentação. Tubarão de Malibu entra facilmente na galeria das produções que mais maltratam animais e que poderiam ser banidas pela honra das espécies envolvidas. Como diz uma personagem no último ato, “Esse evento vai transformar a vida de vocês!” Sim, com grandes chances de afundar de vez a carreira dos responsáveis por tamanho destrato com a Sétima Arte.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *