Artigos, Listas

25 Filmes de Terror para Ver em 2017

Terror nos cinemas, na Neflix e em DVD! 2017 tem sustos para todos os tipos de medo!

A imagem distorcida começa a ganhar forma, como se eu estivesse emergindo do fundo de um lago de água escura e levemente esverdeada. Um homem de meia-idade, com uma ferida aberta no lado direito da testa, parece balbuciar algo enquanto seu olhar é constantemente atraído pelo movimento em volta. Demora ainda um tempo para o som que ouço se transforme em palavras conhecidas.

– Acorda! Acorda! – gritava com afinco, acompanhado de fortes batidas no que parecia ser uma porta de madeira. Ao erguer meu tórax, ajudado por algumas mãos nas costas, ainda não identificadas, começo a montar o novo cenário. Um quarto, com uma cama de solteiro, e alguns poucos móveis como o guarda-roupa, que, no momento, é conduzido por dois outros rapazes na direção de uma porta velha. Nenhum dos quatro rostos no ambiente traz alguma informação nova sobre a situação inusitada, nem mesmo sobre o sangue que saltava de minha boca úmida, evidenciando a perda de alguns dentes.

– O que aconteceu? Onde estou? – são frases óbvias, mas minha mente não conseguia formular nada mais criativo do que as sentenças mais antigas dos filmes de terror! Elas sempre decepcionam os interlocutores, pois a resposta sempre necessita de uma explicação resumida dos últimos acontecimentos. Ninguém parece interessado em me contar algo além de clamar pela minha ajuda para evitar que alguma coisa do lado de fora avance para o interior do quarto. As mãos femininas que estavam nas minhas costas são completadas por uma garota, ruiva, a única presente entre o grupo de sobreviventes do que parece ser um ataque fatal.

Sim, é claro. Muitos clichês, falta de memória e um monstro prestes a cravar a mandíbula afiada na carne de incautos como eu! Percebo que estou mesmo em um filme de terror, bem dirigido e com bons efeitos especiais! Mas, qual? Pelas roupas dos demais – algumas em farrapos pelo confronto com o inimigo sobrenatural – não parece ser uma produção oitentista. Um deles, um jovem que aparenta ter 27 anos mas provavelmente está atuando como adolescente, procura sinal com o celular. Não vai encontrar! As operadoras prometem mundos e fundos, porém esquecem de melhorar a sintonia de seus sinais em lugares ermos e assustadores, próximo à residência de alguma família canibal! Deve ser uma refilmagem de alguma produção obscura ou de algum filmaço oriental e que não necessitava de uma releitura. As batidas se intensificam, e a porta começa a ceder, com a frouxidão das tábuas fajutas de um cenário caseiro.

Estamos em 2017! Preciso me lembrar dos filmes de terror que chegarão ou não aos cinemas este ano para identificar o inimigo que se aproxima. A lista está bem ali, em um livro negro com alguns dizeres em latim na capa. Ignoro o chamado dos amigos e, com a leitura, vou me lembrando das principais estreias!

25. Children of the Corn: Runaway (estreia lá fora: ainda não definida / Estreia no Brasil: ainda não definida)
Direção: John Gulager (Piranha 2, 2012)
Roteiro: Joel Soisson (Children of the Corn: Genesis)
Elenco: Marci Miller, JR Hatchett, Lynn Andrews III
Sinopse: A jovem grávida Ruth consegue escapar de um culto mortal realizado em uma pequena cidade rural. Ela passa a década seguinte vivendo anonimamente em uma tentativa de poupar seu filho dos horrores que experimentou quando criança. Ela desembarca na pequena cidade de Oklahoma, mas algo a está seguindo. Agora, ela deve confrontar esse mal ou perderá seu filho.

Comentários: Lançamento diretamente em vídeo de um filme da interminável série Colheita Maldita. São tantos filmes – dez no total – e pouca relação entre eles que você nem precisa se preocupar em lembrar dos outros para compreender o que acontece aqui. Perseguição, crianças maléficas, rituais e Aquele que Anda por Detrás das Continuações (algum produtor vagabundo)…Para ver e esquecer, provavelmente.

24. Hellraiser: Judgment (Estreia lá fora: não definida / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Gary J. Tunnicliffe
Roteiro: Gary J. Tunnicliffe
Elenco: Heather Langenkamp, Randy Wayne, Rheagan Wallace
Sinopse: Os detetives Sean e David Carter estão investigando um caso envolvendo um assassino em série que vem aterrorizando a cidade. Unindo suas forças com a detetive Christine Egerton, eles mergulham cada vez mais fundo em um labirinto em espiral de horror que pode não ser deste mundo. Poderia o julgamento que aguarda as vítimas do assassino também estar esperando por Sean?

O Mal procura o Mal, em Hellraiser Judgment

Comentários: Mais uma continuação de Hellraiser! Depois do fiasco de Hellraiser: Revelations, o que podemos esperar de um novo filme, mais uma vez sem Doug Bradley como Pinhead? Provavelmente o único ânimo que algo assim pode trazer é a possível participação de Heather Langenkamp no elenco e que dará um nó na cabeça dos fãs de horror, uma vez que ela é uma referência na franquia A Hora do Pesadelo! Lançamento diretamente e discretamente em vídeo! Conheça o curta que inspirou o filme!

23. Re-Animator: Evolution (Estreia lá fora: 7 de fevereiro (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Serge Levin
Roteiro: Serge Levin, Johnathon Schaech
Elenco: Brad Dourif, Lin Shaye, Johnathon Schaech
Sinopse: Perseguido pela polícia, um ambicioso neurocientista usa um pulso de neutrino para trazer sua esposa falecida de volta à vida, mas, acidentalmente, libera seus poderes adormecidos que ameaça a existência de todos os que ele conhece.

Re-Animator (1985)

Comentários: É estranho, muito estranho assistir a um Re-Animator sem Jeffrey Combs e o envolvimento de Stuart Gordon ou Brian Yuzna. Em compensação o longa trará Brad Dourif e Lin Shaye para o universos dos mortos reanimados. O diretor promete retornar às raízes do conto de Lovecraft e do primeiro filme, mas é difícil acreditar que um filme bom possa sair daí.

22. Saw: Legacy (Estreia lá fora: 27 de outubro (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Michael Spierig, Peter Spierig (O Predestinado)
Roteiro: Pete Goldfinger, Josh Stolberg (Piranha 3D)
Elenco: Tobin Bell
Sinopse: Ainda não informada.

Os sete filmes da franquia foram lançados na época do Halloween.

Comentários: O mundo precisa de mais um Jogos Mortais? Uma continuação/reboot com fins apenas comerciais, uma vez que a saga de JigSaw já foi extremamente explorada. O que se pode esperar disso? Armadilhas? Mortes sangrentas e a voz rouca de Tobin Bell perguntando se você quer jogar um jogo! Uma longa caça-níquel, tão necessário quanto um balde furado.

21. Keep Watching (Estreia lá fora: 24 de março (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Sean Carter
Roteiro: Joseph Dembner
Elenco: Bella Thorne, Chandler Riggs, Natalie Martinez
Sinopse: Uma família se encontra prisioneira em sua própria residência por intrusos, que a obrigam a participar de um jogo de vida-ou-morte, em que as misteriosas regras só se tornam claras com o desdobramento da noite.

Comentários: A sinopse não diz muito, mas o bom elenco, sim. Bella Thorne tem mais de 50 créditos como atriz, estando também no amaldiçoado Amityville: O Despertar; Chandler Riggs é o Carl de The Walking Dead; Leigh Whannell (de Jogos Mortais) também tem um papel. Pesquisando na internet você descobre mais informações sobre o longa, como o título estar relacionado a um reality show, onde o público não saberá se aquilo é real ou não; e o trio de assaltantes tem os nomes Misterioso, Terror e Criador. Não é um conceito novo, lembrando até Funny Games, mas deve ser curioso. Provavelmente não terá chances por aqui.

20. Nunca Diga Seu Nome (The Bye Bye Man) (Estreia lá fora: 13 de janeiro (EUA) / Estreia no Brasil: 9 de fevereiro)
Direção: Stacy Title (A Morte se Veste de Negro)
Roteiro: Jonathan Penner, Robert Damon Schneck
Elenco: Douglas Smith, Lucien Laviscount, Cressida Bonas, Doug Jones
Sinopse: Acompanha três estudantes universitários que se mudam para uma velha casa fora do campus e libertam acidentalmente uma entidade sobrenatural conhecida como Bye Bye Man, que vem para atacá-los quando eles descobrem seu nome. Os amigos devem tentar salvar uns aos outros, mantendo a existência do Bye Bye Man em segredo para salvar outros do mesmo destino mortal.

Comentários: Um slasher sobrenatural teen, com a criação de um novo vilão. O trailer até empolga, mas não traz nada que você não tenha visto antes em produções como Venom e O Mistério de Candyman. Perseguição de jovens, cenas de suspense, muitas mortes e algum personagem para enfrentar o vilão até o final. Como fã de horror, estaremos lá para conferir, mas sem esperar mais do que se propõem.

19. Patient Zero (Estreia lá fora: 17 de fevereiro (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Stefan Ruzowitzky (da franquia Anatomia)
Roteiro: Mike Le (Dark Summer)
Elenco: Clive Standen, Natalie Dormer, Matt Smith
Sinopse: O longa acompanha uma epidemia global que provoca a evolução de uma nova espécie. Uma agressiva forma de raiva transforma os infectados em predadores viciados em violência. Um inexplicavelmente dotado sobrevivente humano com a habilidade de falar a nova língua mutante lidera uma busca pelo Paciente Zero na esperança de uma cura.

Comentários: Esta produção esteve na lista das promessas de 2016, mas o adiamento da estreia conduziu o longa para 2017, ainda sem trailer ou alguma imagem convidativa. Pela sinopse, nota-se que não há realmente nada novo. Infectados espalhados pelo mundo e alguém com a capacidade de descobrir a cura, remetendo a Guerra Mundial Z e Extermínio. A boa direção talvez ajude a tornar a experiência, pelo menos, satisfatória.

18. Cage Dive (Estreia lá fora: não definida / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Gerald Rascionato
Roteiro: Gerald Rascionato
Elenco: Megan Peta Hill, Suzanne Dervish-Ali, Joel Hogan
Sinopse: Três amigos estão gravando um vídeo de audição para participar de um reality show. A escolha do cenário não podia ser pior: uma jaula de mergulho para observação de tubarões. Eles acabarão presos e isolados no local, e a fita será o único registro de seus últimos momentos de vida.

Comentários: Já tem um terror no estilo chamado 47 Meters Down, sobre duas irmãs presas numa jaula no oceano. A diferença é que este será mais um found footage, justificado pela necessidade do trio de registrar a experiência, e não ficarão o tempo todo na jaula, conforme pode ser visto no trailer. Lembra bastante Mar Aberto! O único problema deste e outros trocentos filmes do estilo é o caminho até os melhores momentos, sendo sempre árduo acompanhar a alegria dos envolvidos antes do terror. Não acredito que chegará por aqui, não.

17. Death House (Estreia lá fora: não definida / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: B. Harrison Smith (Zombie Killers: Elephant’s Graveyard)
Roteiro: B. Harrison Smith, Gunnar Hansen
Elenco: Adrienne Barbeau, Cody Longo, Dee Wallace, Barbara Crampton, Sid Haig, Tony Todd, Kane Hodder, Michael Berryman, Bill Moseley…
Sinopse: Durante uma tour por um presídio experimental conhecido como Death House, com os piores assassinos da América, um blecaute permite que eles caminhem soltos para desespero de dois agentes que lutarão pela sobrevivência. Talvez a única chance seja descer até um nível ainda mais baixo, com inimigos sobrenaturais da pior espécie..

Comentários: Considerado o Mercenários do terror, essa obra tem o objetivo de colocar no mesmo cenário inúmeros rostos conhecidos que fizeram a história do gênero nas décadas de 70, 80 e 90. A ideia talvez só sirva para isso mesmo, para que o público reveja os velhos “amigos de infância” porque como cinema, sabendo que a filmografia dos envolvidos anda sofrível, não deve trazer nada de mais, além de violência, efeitos toscos e atuações ruins! Veremos…Confira imagens promocionais do filme!

16. Amityville: O Despertar (Estreia lá fora: 30 de junho (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Franck Khalfoun (de P2 – Sem Saída)
Roteiro: Tyler Hassard, Franck Khalfoun
Elenco: Jennifer Jason Leigh, Bella Thorne, Cameron Monaghan
Sinopse: Belle, sua irmã mais nova e seu irmão gêmeo em coma se mudam para uma nova casa com sua mãe solteira, Joan, para guardar dinheiro para pagar pelo caro tratamento do menino. Porém, quando estranhos fenômenos começam a acontecer na casa, incluindo a milagrosa recuperação de seu irmão, Belle começa a suspeitar que sua mãe não está dizendo toda a verdade e logo percebe que eles se mudaram para a infame casa Amityville.

A maldição dos adiamentos intermináveis!

Comentários: Repetindo o que eu disse no começo de 2015 e 2016: depois do remake de 2005 e toda a franquia do passado, será que Amityville ainda consegue assustar, principalmente com esse enredo similar a Evocando Espíritos? Se a sinopse e o nome não são animadores, pelo menos podemos ansiar pela direção de Franck Khalfoun, que fez um ótimo trabalho com o remake de Maniac. Também empolga a participação da bela Jennifer Jason Leigh (de Camisa de Força). E o trailer tem boas referências ao filme original e cenas arrepiantes! Por outro lado, faz anos que está sendo anunciado e sempre sofre adiamentos, o que são péssimos sinais indicativos de que dificilmente alguma coisa boa virá daí. Será que desta vez sai?

15. Annabelle 2 (Estreia lá fora: 11 de agosto (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: David F. Sandberg (Quando as Luzes se Apagam)
Roteiro: Gary Dauberman
Elenco: Miranda Otto, Stephanie Sigman, Alicia Vela-Bailey
Sinopse: A história acompanha um fabricante de bonecas e sua esposa que, 20 anos após perderem a filha tragicamente, acolhem uma freira e várias meninas de um orfanato em sua casa. Logo, porém, a freira e as meninas se tornam o alvo da criação do fabricante de bonecas, Annabelle.

Otto viverá a esposa do criador de Annabelle

Comentários: O primeiro filme da boneca veio com muita responsabilidade pelo que havia sido mostrado em Invocação do Mal, mas deixou muito a desejar. Não foi um filme ruim, porém deixou de lado a essência do brinquedo para uma produção trivial, com sustos apelativos, sem nenhuma novidade. A continuação pode ser melhor pela mudança na direção, embora o roteirista seja o mesmo. Confira um teaser da produção!

14. Resident Evil: O Capítulo Final (Estreia lá fora: 27 de janeiro (EUA) / Estreia no Brasil: 26 de janeiro)
Direção: Paul W.S. Anderson (Resident Evil 5: Retribuição)
Roteiro: Paul W.S. Anderson
Elenco: Ruby Rose, Milla Jovovich, Ali Larter
Sinopse: Continuando imediatamente após os eventos de Resident Evil: Retribuição, a humanidade está dando seus últimos passos depois de Alice ser traída por Wesker em Washington. Como última sobrevivente do que deveria ser a última resistência da humanidade contra as hordas de mortos-vivos, Alice deve retornar para onde o pesadelo começou: Raccoon City, onde a Umbrella Corporation está reunindo forças para um último ataque contra os únicos sobreviventes do apocalipse.

Comentários: Franquia que abandonou completamente os games para percorrer seu próprio caminho! A promessa é a de ser o “capítulo final“, mas como Jason já mostrou que isso não significa nada, eu não estranharia se viesse um Resident Evil: Um Novo Começo. Ação, zumbis, monstros, heroísmo exagerado, efeito bullet timeConfira clipes e featurettes do novo filme!

13. Sobrenatural: Capítulo 4 (Insidious: Chapter 4) (Estreia lá fora: não definida / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Adam Robitel (A Possessão de Deborah Logan)
Roteiro: Leigh Whannell (Sobrenatural: A Origem)
Elenco: Angus Sampson, Lin Shaye, Spencer Locke
Sinopse: Ainda não divulgada, mas trará um evento sobrenatural e a presença de Elise Rainier!

Comentários: Mesmo roteirista do anterior e que já está com uma bela bagagem no gênero! A franquia Sobrenatural está próximo de se tornar o novo Atividade Paranormal, com filmes quase todo ano. Como fizeram a bobagem de matar o personagem de Lin Shaye no primeiro, os enredos serão sempre prequels! Apesar de repetitivo, é no mínimo curioso acompanhar mais uma produção bem realizada com assombrações e momentos aterrorizantes! Confira o elenco completo de Sobrenatural: Capítulo 4!

12. XX (Estreia lá fora: 17 de fevereiro (EUA) / Estreia no Brasil: não definida)
Direção: Karyn Kusama (O Convite), Jovanka Vuckovic (The Captured Bird), Roxanne e Annie Clark
Roteiro: Jovanka Vuckovic, Jack Ketchum
Elenco: Angela Trimbur, Breeda Wool, Morgan Krantz e Casey Adams
Sinopse: Uma antologia de quatro histórias contadas por 4 diretoras!

Diretoras tiveram liberdade criativa para desenvolver seus curtas

Comentários: Uma produção bastante promissora! Uma antologia feminina, com 4 nomes de respeito no gênero, trazendo histórias macabras! As imagens já estão sendo divulgadas, assim como o fantástico pôster. Mas, dificilmente chegará por aqui. Talvez via Netflix, se tivermos sorte. Confira a imagem de um dos segmentos!

11. O Chamado 3 (Rings) (estreia lá fora: 3 de fevereiro (EUA) / Estreia no Brasil: 2 de fevereiro)
Direção: F. Javier Gutiérrez (Três Dias)
Roteiro: Jacob Estes, Akiva Goldsman
Elenco: Vincent D’Onofrio, Johnny Galecki, Laura Wiggins
Sinopse: Uma jovem mulher fica preocupada com o namorado quando ele começa a explorar uma sombria subcultura envolvendo uma fita de vídeo misteriosa, que dizem matar os que a assistem dentro de sete dias. Ela se sacrifica para salvar o namorado e, ao fazer isso, descobre um terrível segredo: há um “filme dentro do filme” que ninguém nunca viu antes.

E o círculo parece não se fechar! Samara virá em 2017!

Comentários: Doze anos após o lançamento do segundo filme, que esfriou as possibilidades de ampliar a franquia na época, O Chamado está voltando aos cinemas. Maldição, fita macabra e algumas surpresas devem completar a produção, mas será que ainda tem fôlego para assustar do mesmo modo que antes? Vamos manter as expectativas elevadas, pois a intenção dos realizadores e que o filme atraia mais continuações e a demora na realização deve envolver algum capricho. Confira uma análise do primeiro trailer!

Leia também:

Páginas: 1 2

Marcelo Milici

Marcelo Milici

Fundou o Boca do Inferno em 2001. Formado em Letras, fez sua monografia sobre o Horror Gótico na Literatura. Já foi juri de festivais e eventos do gênero! Contato: marcelomilici@bocadoinferno.com.br

12 Comentários

  1. PEDRO E. MATOS

    Massa. Olhos famintos 3 é um lenda. Espero que seja real.

  2. Rodrigo

    É o político Marcelo Crivela no numero 8?????

  3. fabio barbosa

    eu já acho um crime todos os filmes do resident evil fora talvez os 2 primeiros e não acredito q nenhum se encaixe nem que pouco no gênero terror. algumas refilmagens me pegaram bem desprevenido, como suspiria e re-animator, lá se vão mais 2 bons filmes q vão perder a reputação por uns trocados

  4. Tiago Ricardo Charão

    Espero que o enredo do novo Saw – Jogos Mortais, surpreenda e seja tão bem construído quanto foi o primeiro. Desta vez eles tiveram tempo para idealizar um filme mais completo e estruturado.

  5. marcio Valentim

    Essa lista não me empolgou mais tem alguns interessantes

  6. Lisi

    Ano de remakes e sequências.Poucos filmes originais. Espero ser surpreendida, porque realmente não parece lá tão promissor.

  7. Fugindo dessa lista , hoje na sexta-feira 13 está sendo lançado nos Estados Unidos o slasher ” PITCHFORK ” do diretor Glenn Douglas Packard .
    Eu não sei se é bom , pois vou ver a noite , mas eu gostei do trailer e já na sua abertura é mostrado os vários prêmios de festivais relacionados a ele .
    Vai aí a minha dica do primeiro slasher de 2017 !
    Obs : Já está disponível online .

  8. Excelente matéria Marcelão…
    E “encapsulada” em um conto divertidíssimo. Parabéns…

    Só discordo que o ano será primoroso…acho que será fraquíssimo.

    E com relação a Torre negra, invejo seu otimismo…não consigo, simplesmente não consigo esperar grande coisa de uma adaptação do mestre King. E o fato dele estar acompanhando de perto só piora esse sentimento…Lembra a minisérie de O Iluminado que ele fez para melhorar a versão do Kubrick? hehe

  9. O que eu não entendi?
    Estão faltando 10 filmes na lista…não achei o link para a parte 2.

    • Silvana Perez Silvana Perez

      O link para a página 2 está bem lá pra baixo, logo acima das tags 🙂

  10. Hierofante1970

    Patient Zero, Death House, Get Out e a Antologia XX me agradaram demais, mas Resident Evil: O Capítulo Final por favor só o primeiro foi interessante. Amityville: O Despertar não gostei nem do primeiro filme imagine esse afff. Saw: Legacy o primeiro filme foi excelente só que depois virou carne de vaca e esse com certeza será mais do mesmo. Olhos Famintos 3 está mais fácil acertar na Mega-Sena jogando os números 01-02-03-04-05-06 do que esse filme sair em 2017 e torço muito que seja um ótimo filme, pois adorei os anteriores. Alien: Covenant com certeza não será pior que Prometheus e como sou fã da série irei ao cinema com a expectativa lá nas nuvens e por favor sr. Ridley Scott não nos desaponte novamente. Os demais vamos torcer para que sejam bons.

    • Lucas Alexandre Ferreira

      Eu curti muito Prometheus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *