Críticas

O Monstro de Duas Cabeças (1972)

Divertida tranqueira com elementos de horror e FC e um roteiro tão absurdo que seus realizadores tiveram que flertar com o humor!

O Monstro de Duas Cabeças (1972)

O Monstro de Duas Cabeças
Original:The Thing with Two Heads
Ano:1972•País:EUA
Direção:Lee Frost
Roteiro:Lee Frost, Wes Bishop, James Gordon White
Produção:Wes Bishop
Elenco:Roosevelt Grier, Ray Milland, Don Marshall, Roger Perry, Chelsea Brown, Kathrine Baumann, Rick Baker, John Dullaghan

Filme bagaceiro de “cientista louco” do início dos anos 70 do século passado.

Um famoso e bem sucedido cirurgião médico, Maxwell Kirshner (Ray Milland), está doente terminal e vê num ousado plano de transplante de sua cabeça e cérebro brilhante no corpo de outra pessoa, como a única forma de manter a sobrevivência. Porém, extremamente racista, com a piora rápida de sua saúde, ele não imaginaria que a única opção disponível era um homem negro presidiário no corredor da morte e que alega inocência, Jack Moss (Rosey Grier, primo da bem mais conhecida Pam Grier). A ideia após o transplante é adaptar o corpo para a nova cabeça e depois eliminar a original. A cirurgia tem sucesso e um “monstro de duas cabeças” foi criado, causando uma série de transtornos após fugir do hospital, sendo perseguido pelos médicos que realizaram a operação e pela polícia incompetente.

Divertida tranqueira com elementos de horror e ficção científica e um roteiro tão absurdo que seus realizadores tiveram que flertar com o humor em diversas situações para não ficar tão ridículo, devido às cenas inevitavelmente hilárias. O excelente ator Ray Milland é conhecido por estrelar preciosidades do cinema fantástico como Obsessão Macabra (1962), Pânico no Ano Zero (1962), O Homem dos Olhos de Raio-X (1963), A Invasão das Rãs (1972) e Galáctica – Astronave de Combate (1978), entre outras.

O Monstro de Duas Cabeças (1972) (1)

Destaque para uma enorme sequência de perseguição de quatorze carros da polícia contra a “coisa de duas cabeças” fugindo pilotando uma moto numa área descampada fora da cidade. Curiosamente, o famoso técnico em maquiagem Rick Baker (de Nasce um Monstro, O Incrível Homem Que Derreteu, Grito de Horror, Pague Para Entrar, Reze Para Sair, Um Lobisomem Americano em Londres e Videodrome – A Síndrome do Vídeo, entre outros), faz uma ponta vestindo a roupa de um gorila que serviu de cobaia para um transplante de cabeça. Mais uma curiosidade é que um ano antes, em 1971, tivemos outro filme com temática similar, O Incrível Transplante de Duas Cabeças (The Incredibre Two-Headed Transplant), com Bruce Dern e Pat Priest.

Leia também:

4 Comentários

  1. Cosme

    Gostaria de assistir este filme outras vezes as televisão repeti tantos filme más não passa um desses tão engraçado

  2. vanessa vasconcelos

    doideira total isso.

  3. roberto caardoso

    Assisti essa tranqueira divertida na televisão(TV Bandeirantes) há muiiiiito tempo. Bons tempos em que a TV exibia filmes divertidos como esse.

    • sandro

      Também vi na Band, muito trash.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *